Ja Online

De olhos puxados na exportação

Economia I
Para aqueles que não gostam, criticam, ofendem a China (na maioria são os bolsonaristas, que chamam o país de comunista e fazem ligação direta deste com os partidos de esquerda, especialmente no Brasil com o PT) é bom verificar que a pandemia fez com que o Brasil dependesse cada vez mais deles, já que foi o destino de 33,8% das exportações brasileiras de janeiro a junho. Portanto, essa “guerra anti-China” deve ser revista o mais rápido possível.

Economia II
O governo Bolsonaro está tentando, de todas as formas possíveis, algumas inclusive bastante heterodoxas, furar o teto da meta fiscal. É bom ter cuidado!
(ET – Nesse sentido, todos deveriam – especialmente os gestores públicos – ler o texto “Ganha força a ideia de gastar dinheiro da calamidade do vírus em obras públicas” {com o subtítulo “Mais gente quer furar o teto de gastos”}, publicado na Folha de São Paulo (versão on-line 29/07 e edição impressa 30/07), de autoria do jornalista Vinicius Torres Freire, mestre em administração pública pela Universidade Harvard {EUA})

Coronavírus I
Ultrapassamos os dois milhões e meio de casos confirmados e chegaremos a 4 milhões. Ultrapassamos os 90 mil cadáveres e chegaremos a 120 mil. Estamos estacionados, há semanas, em um platô altíssimo de mil mortes diárias. E assim continuaremos caminhando nesse caos. Temos, há três meses, transmissão acelerada do vírus, que resulta no número elevado de casos confirmados diariamente. Vários estados têm altas nos registros de casos. Santa Catarina, por exemplo, tem apenas duas cidades sem registros de casos. Das 645 cidades de São Paulo, 638 registraram casos.

Coronavírus II
Vamos ser sinceros? Se a situação do coronavírus estivesse boa no Brasil haveria o cancelamento da Marcha para Jesus, da Parada Gay, da etapa de Fórmula 1, do réveillon e do carnaval? Acordem!
(ET – Só não conseguimos entender a contradição onde todos esses eventos (mais distantes) são cancelados e, ao mesmo tempo, querem que as escolas retornem aos trabalhos “imediatamente”.)

Coronavírus III
Bolsonaro foi representado perante a Corte Internacional por causa da péssima gestão no combate ao coronavírus. O engraçado é que agora não escutamos ninguém falando do ministro do STF, Gilmar Mendes, que fez o alerta desse genocídio, e à época foi duramente criticado pelos bolsonaristas.
(ET – Até entendemos que a representação será arquivada, mas que já foi um belo tapa na cara, foi)

Coronavírus IV
E mesmo com toda essa situação continuamos a ter à frente do ministério da saúde um interino que não é técnico na área da saúde.
(ET – E o governo Bolsonaro é canalha ao combater a pandemia e ajudar o povo. Além de não cumprir as coisas prometidas {por exemplo,não consegue sequer gastar o dinheiro destinado}, essa semana foi feita uma revisão no contrato de fornecimento de respiradores, reduzindo em 50% a quantidade de entrega. Com todo o respeito, isso não é certo)

Coronavírus V
E Araras está em situação ruim também. Consta que os leitos da Santa Casa continuam cheios, mesmo com a criação/expansão destes. Nos contaram, também, que existem pessoas no corredor da irmandade. Esperamos apenas que não deixem ocorrer tal qual a vez anterior onde ninguém sabia dos números de leitos e de uma hora para outra bateu o desespero nos responsáveis.
(ET 1 – E os casos confirmados de coronavírus vão aumentar muito em Araras. O motivo? A aquisição, pelo poder público, de milhares de testes, por meio do devido processo licitatório de registro de preços. Segundo nos contaram o processo está para ser finalizado nos próximos dias. Daí, naturalmente, havendo testagem praticamente em massa devido a quantidade de testes comprados {nos disseram 30 mil}, os casos aumentarão na mesma proporção. Sobre isso duas coisas têm que ficar registradas:
1 – Não é pelo motivo de ter comprado uma quantidade relativamente grande que é pra ser testado a torto e a direito por aí a população. Deve haver critério!
2 – Entendemos que a prefeitura errou em uma coisa: a demora para fazer a compra)
(ET 2 – Mesmo com essa situação, após as novas definições editadas pelo governo estadual no início dessa semana, na sexta {31} todos aguardavam que Araras avançasse à fase laranja, saindo da vermelha)

Bolsonaro I
Com todo o respeito àqueles que pensam diferente de nós, mas entendemos errado o presidente Bolsonaro e a AGU, ingressarem com ação no STF para cuidar de assuntos de particulares.
Estamos falando da ação direta de inconstitucionalidade sobre a decisão do ministro Alexandre de Moraes que retirou do ar contas de redes sociais de seguidores de Bolsonaro. A desculpa de Bolsonaro é a defesa da liberdade de expressão, mas isso ninguém acredita. Mas, para nós, houve sim, uso político da AGU.
(ET – Não à toa que o empresário Edgard Corona, fundador da rede de academias Smart Fit e bolsonarista, declarou que a ação ajuizada não o representa)

Bolsonaro II
A coisa é tão feia, tão ridícula, tão vergonhosa para o Bolsonaro e família que até mesmo o deputado democrata Eliot Engel, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Estados Unidos disse no twitter essa semana o seguinte: “We’ve seen this playbook before. It’s disgraceful and unacceptable. The Bolsonaro family needs to stay OUT of the U.S. election”
(ET – A tradução: “Já vimos esse roteiro antes. É vergonhoso e inaceitável. A família Bolsonaro precisa ficar fora da eleição americana”)

Interessante I
Foi interessante a movimentação no tabuleiro político da Câmara dos deputados com a saída do DEM e do MDB do apoio ao chamado centrão. Não foi uma briga, mas o rompimento formal significa sim uma ruptura, que tem suas finalidades, especialmente:
1 – Liberdade nas votações;
2 – Não ter mais colado à imagem desses partidos o presidente Bolsonaro;
3 – A eleição para a presidência da Câmara em fevereiro de 2021, que tem hoje como principal pré-candidato o deputado federal pelo MDB Baleia Rossi,
4 – A eleição de 2022 para a presidência da república, viabilizando uma candidatura de centro, saindo desse extremismo entre direita e esquerda hoje existente.

Interessante II
É interessante ver o condenado Roberto Jefferson defendendo o governo Bolsonaro, tendo em vista às várias ironias e contradições existentes. Mas é mais interessante ainda ver o mesmo Roberto Jefferson fazer alusão a eventual homossexualismo praticado por ministros do STF tendo ele uma filha declaradamente lésbica. Respeito zero, hein!
(ET – Mas não pensem que isso é exclusividade dos poderosos de Brasília. Em Araras também tem um canalha que se acha poderoso politicamente e que sempre que pode tira sarro dos homossexuais, mas que ainda não sabe (na verdade, o pai nunca quer acreditar nisso) que o filho debandou {ou seria debundou?})

Moro
Todos sabem que nunca endeusamos o ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro. E muitos caíram do cavalo por terem feito isso. Agora, em entrevista recente ao Financial Times, Moro afirmou que saiu do governo Bolsonaro por entender que sua presença como ministro foi para aparentar compromisso com uma agenda anticorrupção. Com todo respeito, mas discordamos dele por dois motivos:
1 – Quando saiu do governo ele não falou nada disso, focando apenas na história da tentativa de ingerência na PF;
2 – Ele levou quase 15 meses para perceber isso?
Que Moro nos desculpe, mas precisa achar fundamento melhor. Mas se ele não conseguiu achar bons fundamentos sequer para os processos em que atuava como juiz, imagina na área política, onde é neófito.

Falando nisso
Todos sabem que não só o ex-juiz Sérgio Moro, mas também os membros do ministério público federal que compõem as forças tarefas da lavajato estão sob ataque. Mas agora os ataques estão em outro patamar, vindo do próprio procurador-geral da república Augusto Aras. Vai ser interessante o embate.
(ET – Devido as falas de Araras, os parlamentares federais querem a abertura de uma CPI para apurar os fatos. Como dizia nosso grande amor: tá fedendo capotão queimado!)

Saneamento básico
Está sob ampla discussão o novo marco legal do saneamento básico (Lei 14.026/20). Por um lado, não somos favoráveis à privatização do tratamento de água e esgotamento sanitário. Por outro lado, é inadmissível que o país tenha atualmente apenas algo em torno de 50% de rede de saneamento. Já ficou claro que se deixar na mão do estado, a coisa vai
levar anos e anos e nunca chegará a um nível que poderemos chamar de minimamente aceitável (uns 80%), já que sequer a 90% acreditamos que nunca chegaremos, mas se privatizar, todos também já sabem onde vai parar. O difícil será chegar ao equilíbrio disso.
(ET – O PDT ajuizou perante o STF a ADI 6492, que será relatada pelo Ministro Luiz Fux,
para debater o tema, questionando a validade dos dispositivos da norma recentemente aprovada. Vai ser um bom debate).

Preocupação
É sabido que a pandemia do coronavírus no Brasil está longe de ser considerada controlada. Isso sem falar no temor da segunda onda. E segundo nossas fontes a preocupação agora da justiça eleitoral é o risco de não ter recursos humanos para realizar a eleição. Por exemplo, para cada sala existem, geralmente, 5 pessoas trabalhando (3 efetivamente nos trabalhos de votação, uma geralmente na porta fazendo orientação, e a quinta para o revezamento). Teremos todas essas pessoas a serviço do processo eleitoral?
Teremos diminuição na quantidade de servidores (que impacta no tempo de votação e causa mais aglomeração)?

Antes
Mantendo a tradição dessa coluna de dizer as coisas antes, na edição passada dissemos que só acreditamos numa real recuperação econômica a partir do momento que houver algo que realmente combata o coronavírus (no caso, a vacina). Pois bem! Leiam o artigo de Kennedy Alencar, colunista do UOl, da última quinta (30) intitulado “Tombo do PIB nos EUA é lição para Brasil, que segue mesmo rumo na pandemia”

De novo
Essa semana aconteceu de novo, mais uma vez, novamente. Gente que só é macho de nos criticar à distância, ligou para gente, todo manso! Igual os machões de internet, que só são machos atrás do computador. E não foi um só, foram 2.

Sério isso?
Consta do site da Câmara Municipal de Araras (matéria publicada em 24/07) que o legislativo ararense aprovou na 24ª. sessão ordinária (ocorrida em 20/07) o projeto de lei Complementar que altera a lei nº 1.768 de 7 de agosto de 1987, regulamentando o horário de funcionamento das feiras livres, feira do agricultor e a feira do produtor rural, em Araras. É sério isso? Sim, pois se for, significa dizer que as feiras do agricultor e produtor, realizadas pelo próprio poder público, não tinham regulamentação. E como perguntar não ofende, perguntamos: qual secretaria é a responsável por essas feiras?

Vereadores
Nos contaram que os vereadores Du Segurança e Apolari e a vereadora Anete estão bastante bravos por causa de uma ação/decisão política que ocorreu recentemente. As palavras de ordem dos 3 são traição e arrependimento. Dizem até que isso causou reflexo na votação de um projeto enviado pelo prefeito à Câmara. Pois, é! Pena que só nos contaram o milagre, sem contar o santo, pois vocês sabem: se contarem para gente, a gente publica mesmo!

Recapeamento
Essa coluna disse no início do ano que a prefeitura de Araras iria realizar o recapeamento da avenida Milton Severino, fato totalmente abandonado pelos gestores municipais anteriores que mesmo tendo passado anos e anos à frente da gestão pública municipal deram de ombros para o problema. Essa semana recebemos a informação que a prefeitura está em articulação avançada para que o recapeamento seja feito com recursos estaduais.
Ou seja, o atual prefeito, em pouco mais de um ano, não só vai fazer o que os outros não
fizeram, como também busca dinheiro “externo” para isso.
(ET 1 – Agora vamos esperar os vereadores Felipe Belotto e Jackson de Jesus criticar o fato, pois fizeram parte do governo petista que mesmo ficando sete anos no poder, até onde sabemos, nada fez no local. Isso era planejamento, não é, vereadores?)
(ET 2 – Ou, também, vamos esperar o outro dizer que não é momento para realizar a obra (ou gastar dinheiro com isso) devido à pandemia. É tão idiota que teve a cara de pau de dizer que na pandemia as leis devem ser esquecidas. Para vocês terem uma pálida ideia de onde vem as críticas)

Esgoto
Estava previsto para a última sexta (31) o início do funcionamento da estação de tratamento de esgoto em Araras, mais uma coisa negligenciada pelos gestores anteriores. Agora é aguardar as críticas que o prefeito vai receber por ter iniciado a resolver um problema que os diversos críticos atuais, quando gestores, foram omissos. Mas, vamos e venhamos: receber crítica daqueles que deixaram faltar água na cidade até é bom, pois o sarrafo deles é tão baixo, mas tão baixo, que até mesmo se a prefeitura nada fizer, fará mais do que eles.

Marcelo Fachini I
O radialista Marcelo Fachini precisa explicar uma coisa para todos. Recentemente em seu programa ele disse que no Brasil somente preto, pobre ou puta (os famosos 3Ps) sofrem consequências, e que estes não conseguem, diferentemente dos abastados, contratar bons advogados. Bom, considerando o entendimento exposto por ele próprio e considerando que ele não é preto, não é pobre e muito menos puta, como explica ter sido condenado pela justiça eleitoral e, posteriormente, por improbidade administrativa? Sim, pois, se o senhor não contratou bons advogados (e o senhor tem dinheiro pra isso) a culpa foi sua (e aí a lista dos Ps aumenta), ou, o problema não era para advogado resolver, mas sim, milagreiros, e aí, novamente, a culpa é sua.
(ET – E já pense em contratar bons advogados, pois, seguindo a teoria do ex-procurador-geral da república “enquanto tem bambu, tem flecha”, e quando o alvo é o senhor, não costumamos errar)

Marcelo Fachini II
O radialista Marcelo Fachini precisa saber uma coisa e entender outra, de uma vez por todas. O que ele precisa saber é que muita gente, mas muita gente mesmo tem medo dele, pois não querem ver, gratuitamente, o nome enxovalhado por 8 horas diárias na rádio (o que é mais que compreensível), com o senhor falando suas bobagens contra as pessoas. Então e, portanto, essas pessoas não entram em embate com você. Mas isso está longe de significar que elas concordam com você. Pelo contrário! E a coisa que o senhor precisa entender é que existem algumas pessoas (bem poucas, é verdade) que não tem medo de você, enfrentam você, não importando o que o senhor queira ilegalmente, não fazendo sua vontade para atender seus desejos pessoais, especialmente usando da coisa pública para isso, como, aliás, o senhor fez e foi condenado. Agora que o senhor sabe (sim, certa vez o senhor disse, se referindo a esse jornal, que falou de você, você processa mesmo, o que significa dizer que acompanha o Já!, e não poderá alegar ignorância) e entende (sim, isso é bem mais difícil, pois com certeza o senhor não entende como pessoas têm a audácia do desafio), faça a terceira coisa: aceita!

Rodrigo Rodrigues
Todas as honras e homenagens ao jornalista Rodrigo Rodrigues, que faleceu essa semana vítima de complicações da covi-19. Além de todas as qualidades que tinha, de unir futebol e música, duas paixões nacionais, de ser quem era, praticava o “jornalismo gentil” (como ele próprio definia). Aliás, gentileza que está em falta por aí, num país de intolerantes, agressores, que só cultivam o ódio. Se todos se espelhassem um pouco nele. Não à toa que o país está tão odioso que a esquerda lacra e a direita mita. E ninguém mais dialoga.

Aviso
Avisamos aos nossos queridos leitores amigos (não fiquem triste que voltaremos) que essa
coluna não será publicada na edição de 16/08. Já os leitores inimigos vão adorar essa notícia. Mas não fiquem tão felizes assim, afinal, voltaremos.

NR: Os escritos dessa página contempla o pensamento do seu subscritor, sendo os escritos de sua responsabilidade, civil e criminal, perante a quem possa sentir-se ofendido.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *