Ja Online

Olhem, mas com outros olhos

Quase!
E não é que o Mestre Del Bell quase escorregou na fala? Vejam, ele disse: “É preciso que os governos olhem a Araprev com oit… outros olhos”.

Baita susto!
Pensei que ele fosse dizer ser preciso olhar a autarquia com OITO olhos.

Se assim fosse….
….a gente teria que eleger uma aranha que, dizem, tem quatro pares de olhos, nénão?

Aliás, em tal…
…caso, nós teríamos até uma música para a campanha da candidata, que seria o Rock das “Aranha”, do Raulzito, lembram?

O Rock!
Eis o refrão da música: Duas aranhas, duas aranhas / Vem cá mulher deixa de manha / Minha cobra quer comer sua aranha

Vejam a…
…imbecilidade do JacksCorvo: “E essa curva vai aumentar durante 15 anos”. Oras, como é que se aumenta uma curva por três quinquídios sem que ela seja finalizada? Dando volta no globo terrestre?

Aí, disse…
…que é preciso “se encarar de frente”. Ora, se fosse para se encarar de lado, seria ladear; se fosse para encarar de costas, só se chamasse a menina do Exorcista (aquela que vira a cabeça para trás). Ou não?

Logo depois…
….dessa fala, até o nosso querido Del Bel caiu na armadilha e disse que o problema “É preciso encarar de frente”. Dá para encarar dis costa, meu Mestre?

Falou também…
…que todos vão empurrando, empurrando com a barriga. E repetiu várias vezes que estavam empurrando, empurrando. Só faltou completar: “Se empurrar muito, estoura a tripa da linguiça”.

E não é…
…que o presidente da Araprev pensa como pensamos em relação aos mais de 4 mil funcionários lotados na Prefeitura?

Nós sugerimos, a semana…
…passada, o corte pela metade dos 4 mil, embora entendamos que com mil funcionários já estaria de bom tamanho.

Aí apareceu ela…
…sim, a ReginAmélia, agora de volta à elegância, toda de amarelo e preto. Como disse o Major Calado: “Lindíssima!”. Já a Seratriz avisou: “Mulher casada cheira a defunto”. Vixe! Tô F-O-R-A!

E o Jacoviétti…
…diante do reclamo da vereadora de haver ficado por último, em razão de a ordem escolhida foi a escolhida, que na próxima inverterá biblicamente a ordem: os últimos serão os primeiros.

Aí entrou o….
…o BaianoForgado dizendo que na próxima encarnação voltará chamando-se Arnaldo.
Dançará. Bem antes de Arnaldo, vem Aparecido, Antonio, Amarildo, Alair, Agenor, Afanásio, Adão, Acácio, Abrão e o primeiro de tudo: Aarão!

Então, meu rei…
…vindo Arnaldo, ficará lá no fundão da fila, na sopa (se é que me entende, entende, né?)

Mas não é…
…o fíofó da cobra com hemorróidas? O Felipecador, discutindo um projeto, disse não se sentir confortável para votar o dito cujo. Ora, meu caro, estava sentado em pregos? Não gostou do projeto? Votasse contra, ar alho. Mas foi favorável. Conversa mole pra boi dormir.

Breno Cortela…
…quando vereador, cunhou a expressão “Poder Carimbativo”, referindo-se ao grupo que compunha a Câmara naquela época. A composição atual não está muito diferente daquela. Os edis metem a boca nos projetos do Executivo, mas votam favoravelmente a eles.

Ora…
…assim sendo, não mais precisam colocar nenhum projeto em votação, bastando que cada um dos edis tenha em mãos um carimbão. Estou certo ou errado, Breuno?

Jacoviétti
“Era uma coisa um pouco diferente, mas muito parecida”. Seria gêmeo não univitelino, presidente? Casa geminada, uma com o telhado pra esquerda e outra com ele para a direita? Seria isso?

Felipecador disse:
“É uma fase inicial onde tudo começa”. Teria alguma fase inicial onde tudo termina, vereador? Ou uma fase final onde tudo começa? Só pra saber….

Vejam que linda…
…a educação dos edis. Lá pelas tantas o Pedrão disse que um projeto já tinha sido lido e que só faltavam mais 17. “PUTA MERDA” gritou uma voz feminina (não identificada).

Só faltou alguém…
…dizer: “Nóis capota mái num breca”. Casa de Mãe Joana é igreja perto da Câmara.

Aí é muita…
…viadagem do presidente, pois disse: “Esse projeto diz das TAIXAS…”

Acuma, GigaDeise?
Quer dizer que a sua escolhida fará uma palavra dizendo ser favorável à violência doméstica?

É triste ver…
…você, que é dona de um português muito bom, escorregando nas cascas de banana da língua-mãe.

Aliás…
…já mostrei aqui (mas você não lê o Já!) uma porção de construções verbais que machucam os ouvidos de quem gosta de ouvi-la. Não quer repensar sobre a fala?

Hora de criticar…
…criticar, hora de elogiar, elogiar. Nós presenteamos o vereador Marcelo de Oliveira com uma bandeira do Município de Araras, pois ele vinha prestigiando apenas a do Brasil, a do Estado de São Paulo e a do seu partido.

E nós criticamos…
…tal fato, chegando a dizer que ele não amava a cidade. Daí, para não ficarmos só na crítica, buscando uma bandeira de Araras pela cidade e… não encontramos nenhuma!

Persistentes…
…mandamos fazer uma e a entregamos ao edil.

Considerando…
…que ele é fiel escudeiro do Broca, era de se supor que não aceitaria o presente; entretanto, mostrando-se respeitoso amante da cidade, vejam:

Estão lá…
…todas as três! Glória, glória, aleluia!!!

Ainda bem que esta página…
…é colorida, assim podem ver que ficou uma beleza. Mas… opa! O que é que estou vendo? Um lindo e um péssimo exemplos juntos? A bandeira de um lado, e a máscara na orelha?

Agora, deixamos…
…por último a foto da edil mais elegante da Câmara, vejam: Líndia, não é mesmo?


Mas, se me permite, vereadora, dizem que o Broca está com Alzheimer (coisa do capeta) e que não mais reconhece a senhora e nem o meu amigo, o Bonezão, seu esposo. É verdade, ou é coisa da oposição?

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *